a a a
>> voltar
 
 

PROGRAMA MAIS CULTURA RECEBE DE MAURICIO DE SOUSA DOAçãO DE TRêS MILHõES DE GIBIS

Programa Mais Cultura recebe de Mauricio de Sousa doação de três milhões de gibis

O desenhista Mauricio de Sousa e a Editora Globo doaram na última quarta-feira, 10 de dezembro, três milhões de gibis da Turma da Mônica para o Mais Cultura, o principal programa do Ministério da Cultura. A doação aconteceu na Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro, durante um evento no qual o Ministério da Cultura anunciou o resultado da seleção dos dois editais nacionais do Mais Cultura: Concurso Pontos de Leitura 2008 e Prêmio de Ludicidade/Espaços de Brincar. Em 2009, serão distribuídos mais de 2,5 milhões de livros às iniciativas selecionadas.

Mauricio de Sousa, que completa 50 anos de carreira em 2009, enfatizou que “a história em quadrinhos é um excelente portal para entrar no mundo da literatura”. O desenhista agradeceu a oportunidade de poder contribuir ao Programa Mais Cultura e se dispôs a participar da entrega das revistinhas a algumas das gibitecas que serão formadas em 2009.

As revistas em quadrinhos doadas ao Programa Mais Cultura “constituirão a base de um acervo importantíssimo nas bibliotecas públicas brasileiras, nos pontos de leitura, nos espaços de brincar e nas arcas das letras. Serão mais de dez mil gibitecas em todo o país”, explicou Silvana Meireles. A secretária salientou, ainda, que o interesse pela ação dos Pontos de Leitura tem sido surpreendente. “Os projetos de leitura chegaram de todas as regiões do Brasil, de todos os Estados, das zonas rural e urbana, de comunidades remanescentes de quilombos, aldeias indígenas, hospitais públicos, psiquiátricos, creches, unidades prisionais, de associações comunitárias, bibliotecas itinerantes, bibliotecas em barco, enfim, ações que dialogam diretamente com a diversidade cultural e a imensa criatividade brasileira”, detalhou.

Participaram da cerimônia: a secretária de Articulação Institucional e coordenadora executiva do Mais Cultura, Silvana Meireles - que representou o ministro da Cultura Juca Ferreira -, o presidente da Fundação Biblioteca Nacional, Muniz Sodré, o secretário de Programas e Projetos Culturais, Célio Turino, o desenhista Mauricio de Sousa, a diretora de Negócios Infantis da Editora Globo, Lúcia Machado, o coordenador de Livro e Leitura do MinC, Jeferson Assumção, e dois convidados especiais - a Mônica e o Cebolinha, personagens de Mauricio de Sousa.

A premiação do Concurso Pontos de Leitura selecionou 517 iniciativas de todo o País e distribuirá a elas, no início de 2009, um kit contendo 500 livros, além de mobiliário e computador, no valor unitário de R$ 20 mil. Já o Prêmio de Ludicidade contemplou 200 iniciativas e concederá a cada uma R$ 18 mil, para que aperfeiçoem seus espaços de brincar. Ao total, concorreram aos dois editais cerca de 1,2 mil experiências. A listagem com os selecionados será publicada ainda esta semana no Diário Oficial da União.

Durante a cerimônia, a escola mirim da Portela, que desenvolve o projeto ‘A gente quer arte’, prestou uma homenagem a Mauricio de Sousa e cantou alguns sambas-enredo, como o Filhos da águia é sonho, cor e fantasia! Leva a Mônica e sua turma a França com alegria.

Fonte: site do Ministério da Cultura

Fotos: Marcelo Hollanda



Sobre Mauricio de Sousa

Mauricio de Sousa iniciou sua carreira como ilustrador na região de Mogi das Cruzes, próximo de Santa Isabel, onde nasceu. Aos 19 anos, mudou-se para São Paulo e, durante cinco anos, trabalhou no Jornal Folha da Manhã (atual Folha de S.Paulo) escrevendo reportagens policiais.

Em 1959 criou seu primeiro personagem, o cãozinho Bidu. A partir daí vieram, Cebolinha, Cascão, Mônica, e tantos outros.

Em 1970, lançou a revista Mônica, com tiragem de 200 mil exemplares. Depois de passar pela Editora Abril e Editora Globo, assinou contrato com a multinacional italiana Panini.

O autor já alcançou o extraordinário número de 1 bilhão de revistas publicadas. Mais de 100 empresas nacionais e internacionais são licenciadas para produzir quase 3 mil itens com os personagens de Mauricio de Sousa, suas criações chegam a cerca de 30 países

Em 2005, lançou o personagem Ronaldinho Gaúcho que em menos de um ano ganhou publicações em mais de 20 países e centenas de produtos infantis lançados na Europa.

No ano passado, num feito inédito, o UNICEF – Fundo das Nações Unidas para Criança e Adolescência – nomeou como embaixadora a personagem Mônica, criação de Mauricio inspirada em sua segunda filha.

Nesta ocasião, Mauricio de Sousa foi nomeado Escritor para Crianças do UNICEF. Suas mais recentes criações são Tikara e Keika, personagens especialmente criados para as comemorações do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil e que farão parte das histórias da Turma da Mônica em breve.

Para mais informações sobre A Turma da Mônica, visite: http://www.monica.com.br



Informações para imprensa:
Litera – Construindo Diálogos / www.litera.com.br
Unidade Relacionamento com imprensa
Maria Luiza Paiva / luiza@litera.com.br
Atendimento: José Alberto Lovetro (JAL) / jal@litera.com.br
Fone: 55 11 3673-7270 / 8107-6197
Dezembro/2008




Veículo: Informe Lítera
Publicado em: 12/12/2008 - 12:48