a a a
>> voltar
 
 

ABERTURA DA EXPOSIÇÃO “RAÍZES E FRAGMENTOS. UMA VIAGEM AO TERRITÓRIO MENTAL” DO ARTISTA PLÁSTICO BRASILEIRO DUDA PENTEADO, RADICADO NOS EUA, INTEGRA CELEBRAÇÕES DE ANIVERSÁRIO DO MUSEU AFRO BRASIL

ABERTURA DA EXPOSIÇÃO “RAÍZES E FRAGMENTOS. UMA VIAGEM AO TERRITÓRIO MENTAL” DO ARTISTA PLÁSTICO BRASILEIRO DUDA PENTEADO, RADICADO NOS EUA, INTEGRA CELEBRAÇÕES DE ANIVERSÁRIO DO MUSEU AFRO BRASIL



O artista plástico multimídia Duda Penteado - que vive entre os Estados Unidos e o Brasil há quase 20 anos realizando performances, videoinstalações, murais, esculturas, pinturas e outras atividades plásticas – inaugura no próxima sexta-feira, dia 23 de outubro, às 19 horas, no Museu Afro Brasil - instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo - a exposição "Raízes e Fragmentos - uma viagem ao território mental" como uma abertura de um espaço universal para a territorialidade brasileira.
Agora, o artista traz ao Brasil obras com o uso dos termos "raízes” e “fragmentos" no título de sua exposição. Com suas pinturas, Duda Penteado trabalha na recuperação do inconsciente voluntário, reconstruindo a história, a “memória perdida“, mas cheia de referências, símbolos e signos que recompõem a identidade do artista, primeiramente como cidadão brasileiro e depois, de cidadão global.

Os trabalhos de Duda têm como referência temas significativos e atuais voltados para a paz, globalização, diáspora, dupla nacionalidade entre outros fenômenos geopolíticos e sociais do século XXI. Sobre a técnica de Penteado, destaca o Critico de Arte & Professor Emerito de História da Arte, City College of CUNY e Co- Fundador & Diretor do Museum of Art and Origins, NYC, George Nelson Preston, Ph. D : “ A obra de Penteado, e uma pintura direta e espontânea. Dentro desta abordagem a sua obra tem uma afinidade com a espontaneidade dos dias gloriosos do expressionismo abstrato. Mas, neste caso, a espontaneidade é guiada por desenhos e, esboços criados em um caderno de rascunho, e o preparo das obras são feitas com textura de areia e cimento.
OBRAS

Em Sertão Iluminado / Badlands por Moonlight (2013) duas imagens icônicas se fundem no territorio implacável do nordeste do Brasil . Estas imagens são certamente ; uma árvore ressecada, e o andarilho que caminha em busca de um lugar menos árida neste vasto e poderoso Sertão.



No Clube Privado / Private Club (2014) o humor irônico está em jogo. O artista articula com sucesso dentro de uma única pintura, a sensação de uma sala cheia de fumaça, com um grupo seleto de individuos que compartilham sentimentos dúbios ; inclusão e a solidão da exclusão. Estes sentimentos universais, vão muito além de um indivíduo e atravessam o limite de quatro paredes, onde o macrocosmo da sociedade representa a condição do microcosmo.



Serra da Capivara / Cliffs de Capivara (2015) é uma homenagem às pinturas rupestres deixadas pelos primeiros povos indígenas brasileiros que habitaram os penhascos do Piauí. Obras similares de artistas ameríndios antigos também foram encontradas no norte da Argentina e em outras partes dos continentes sul-americano e norte-americano. Mas, para homenagear os murais nas paredes rochosas do Piauí, devemos refletir sobre o a nossa historia entendendo e respeitando as nossas raizes, muito antes da chegada dos europeus em nosso Pais. As cenas do cotidiano, os rituais de caça aos animais e os registros pictóricos são reconhecidos hoje como parte do legado do patrimônio mundial de nossa existência. Este é o nosso Nordeste, uma terra cheia de histórias para contar, das primeiras evidencias da raça humana, no Piauí, até a luta de José Alencar um abolicionista convicto, e as histórias de escravos emancipados que deixaram esta área deprimida em busca de uma vida melhor na Nigéria, na virada do século 20. Este estilo primordial de Duda combina bem com as formas dos artistas rupestres; básicos, primários, e de certa forma essencialistas.
“Dentro desta obra, Duda Penteado, expressa uma sensibilidade espiritual e um sentimento místico. Isso evoca o espirito do “Tropicalismo”, estabelecendo conexões fundamentais com seus antecessores, como Rufino Tamayo e Wifredo Lam, Emiliano e Lito Cavalcanti. Estas obras carregam em sua essência implicações sociais, e uma sensação de “extra-mundanismo”, sempre presente. Este intangibilidade, no entanto, faz parte do conteúdo expressivo apoiado pela forma tátil / tangível / visível. Percebe-se, de certa forma, que nunca podemos tocar fisicamente esta mística, a “força destas obras”. Os símbolos, e referências destes trabalhos reconhecem as preocupações sociais do Brasil, e, em sua representação e conteúdo, são possuidores de uma linguagem universal. George Nelson Preston, Ph. D



DUDA PENTEADO / SHORT BIO
www.dudapenteado.com

Ativo no Brasil e nos EUA , bem como na Europa durante a decada de 1990 e inicio do seculo XXI, o artista realizou diversos projetos, palestras, exposições e murais em universidades e instituições tais como: Jersey City Museum, em Jersey City, NJ; Biennale Internazionale Dell'Arte Contemporanea, em Firenze, 2009; Monique Goldstrom Gallery, NYC; MoAaA-The Museum of Art and Origins, NYC; BACI-The Brazilian American Cultural Institute, Washington DC; Museo de Las Americas, Denver, CO; CITY arts 272nd Mural, "Nature is Love on Earth", New York City Department of Parks & Recreation, The St. John's Recreation Center, Crown Heights, Brooklyn, NYC, 2008, 2009; Brooklyn College, Brooklyn, NY, New Jersey City University, Jersey City, NJ, Kean University, Union, NJ; Monmouth University, West Long Branch, NJ; Stevens Institute of Technology, Hoboken, NJ; Drew University Madison, NJ; Middlebury College, Vermont; UFES- Universidade Estadual do Espírito Santo, Vitoria, ES; e UNESP- Universidade Estadual Paulista, SP.
Duda também foi presidente do Artist Certification Board, Jersey City, NJ. e recebeu prêmios e homenagens de várias instituições nos Estados Unidos, entre elas Urban Artist Fellowship Award no Vermont Studio Center, Johnson, VT; Goldman Sachs Student Art Project Grant, Jersey City, NJ; Geraldine R. Dodge Foundation, The Robert Flaherty Film Seminar, Claremont, CA; Special Guest for Artistic Achievement & Commitment to YMCA Greater, NY-Youth, NYC; American Graphic Design Award, Interactive Multimedia Installation, NYC; Humanitarian Award from the Hudson County Chapter of the American Conference on Diversity, Jersey City, NJ; Kappa Pi International Honorary Art Fraternity - Eta Rho, New Jersey City University Chapter, NJ.; " The Jewel of JK " Juscelino Kubitschek Award at United Nations - CICESP , NYC .Juntamente com Mario Tapia e Dr. Carlos Hernandez, Duda é um dos co-fundadores do We Are You Project desde 2005.


Sobre o Museu Afro Brasil

Inaugurado em 2004, a partir da coleção particular do Diretor Curador Emanoel Araujo, o Museu Afro Brasil construiu, ao longo de seus 11 anos, uma trajetória de contribuições decisivas para a valorização do universo cultural brasileiro ao revelar a inventividade e ousadia de artistas brasileiros e internacionais, desde o século XVIII até a contemporaneidade.
O Museu Afro Brasil é uma instituição pública, subordinada à Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo e administrado pela Associação Museu Afro Brasil - Organização Social de Cultura. Ele conserva, em 11 mil m2 um acervo com mais de 6 mil obras, entre pinturas, esculturas, gravuras, fotografias, documentos e peças etnológicas, de autores brasileiros e estrangeiros, produzidos entre o século XVIII e os dias de hoje. O acervo abarca diversos aspectos dos universos culturais africanos e afro-brasileiros, abordando temas como a religião, o trabalho, a arte, a escravidão, entre outros temas ao registrar a trajetória histórica e as influências africanas na construção da sociedade brasileira.
Em 11 anos o Museu Afro Brasil já recebeu quase 2 milhões de visitantes, em uma história marcada por exposições de grandes nomes e grandes temas que fazem parte da construção da identidade da cultura brasileira.

SERVIÇO

Exposição “Raízes e Fragmentos. Uma viagem ao território mental”

Abertura: 23/10 às 19h
Encerramento: 03/01/16

Museu Afro Brasil
Av. Pedro Álvares Cabral, s/n - Parque Ibirapuera - Portão 10
São Paulo / SP - 04094 050
Fone: 55 11 3320-8900
www.museuafrobrasil.org.br

Ingressos: R$ 6,00 (meia entrada R$ 3,00) – Gratuito aos sábados



DUDA PENTEADO NA MÍDIA

TV GAZETA - PROGRAMA TODO SEU / RONNIE VON
http://todoseu.tvgazeta.com.br/pt/videos?task=play&id=3417&sl=latest&layout=listview

TV CULTURA – METRÓPOLIS - 09/07/2014
http://mais.uol.com.br/view/xiddtuwnvlqs/duda-penteado-faz-retrospectiva-da-sua-carreira-em-artistic-revolution-04020D183260C4895326?types=A&

REVISTA LIVRARIA CULTURA - 09/07/2014
http://www.revistadacultura.com.br/entrevistas/conversa/14-07-08/Sinfonia_pl%C3%A1stica_da_humanidade.aspx

CULTURA FM SÃO PAULO – PROGRAMA ‘DE VOLTA PRA CASA” – ALEXANDRE MACHADO - 06/07/2014
http://culturafm.cmais.com.br/de-volta-pra-casa/duda-penteado-espalha-a-arte-social-com-o-muralismo-contemporaneo

RÁDIO UNESP [Programa Perfil] Duda Penteado, o Artista plástico conta detalhes sobre a sua trajetória profissional e trabalhos recentes. https://www.facebook.com/podcastunesp

OUTROS LINKS

PROJETO - A ARTE DE RECICLAR

hotsite http://www.xyza.com.br/reciclecomaglobal
Face: https://www.facebook.com/reciclecomaglobal
Video aula: http://www.xyza.com.br/reciclecomaglobal#videos


NY Art Magazine - http://ragazine.cc/2013/11/brazil-transformation/
FACEBOOK LINK - https://www.facebook.com/VamoscolorirGruposigla?hc_location=timeline
VIDEO LINK https://www.facebook.com/photo.php?v=444686779000485&set=vb.310526632416501&type=2&theater

https://www.youtube.com/watch?v=fR6-J_2fspo

Informações à Imprensa

Maria Luiza Paiva
luiza@litera.com.br
+55 (11) 3673-7270 / +55 (11) 99162-7707
Rua Caiubi, 137 - Perdizes
São Paulo - SP CEP 05010-000
www.litera.com.br