a a a
>> voltar
 
 

VIDEO-CLIPES REUNEM MÚSICA CLÁSSICA E ARTE POPULAR INTERPRETADAS POR JOVENS E PROMISSORES PIANISTAS INAUGURANDO NOVA ABORDAGEM PARA DIVULGAÇÃO DA MÚSICA ERUDITA NO BRASIL

VIDEO-CLIPES REUNEM MÚSICA CLÁSSICA E ARTE POPULAR INTERPRETADAS POR JOVENS E PROMISSORES PIANISTAS INAUGURANDO NOVA ABORDAGEM PARA DIVULGAÇÃO DA MÚSICA ERUDITA NO BRASIL



Projeto “Tribos” é o nome que a organização sem fins lucrativos Brasil Piano Masters escolheu para dar um novo impulso à música clássica no Brasil com o apoio à formação de novos talentos



O projeto Tribos inaugura uma nova abordagem de divulgação da música erudita no Brasil. Trata-se de uma série de oito video-clipes (www.brasilpianomasters.art.br) que associam as linguagens da música clássica, interpretadas por jovens e promissores pianistas, com a da arte popular. Veiculados na rede social no início deste ano, provocaram um expressivo interesse em públicos totalmente diversificados – desde grafiteiros, passando pelo público LGBT até street dancers e pessoal da arte dramática. O material atingiu um alto índice de visibilidade na internet. Em dois meses no youtube atingiu (vídeos e link para a matéria na revista Veja em www.brasilpianomasters.art.br).



Por que Tribos? O conceito do projeto é o de comunicação em rede: ao mesmo tempo que dialoga com comunidades específicas (tribos) também extrapola suas fronteiras por estar em um ambiente de rede mundial. O pessoal da tatuagem, por exemplo, foi convidado a participar da performance da pianista Diva Evelyn Reale, com a peça Quadros de uma Exposição, de Modest Mussorgsky; o renomado professor e pianista Silvio Baroni gravou com os grafiteiro Chivitz, a obra Minstrels, Prelúdio Livro II, de Claude Debussy; já o pianista Luis Fernando Muniz Cirne interpretou Bachianas Brasileiras n. 4 (Miudinho), de Heitor Villa- Lobos com o pessoal da ecologia. Juliana D'Agostini e o happer Projota fizeram suas incursões em torno de Etude Tableaux, n.9, Op 33, de Sergei Rachmaninoff. O pianista Leonardo Hilsdorf se apresentou com o street dancer Rafael Primo, com Petrushka, de Igor Stravinsky e a turma da computação gráfica uniu-se com a pianista Erika Ribeiro e traz efeitos especiais inusitados com o 2º movimento da Sonata Op 110. A pianista Patricia Glatzl e músico eletro-acústico Lucas Miranda fazem um verdadeiro desafio com o Scherzo n.3, Op. 39, de Chopin e a música eletroacústica. A arte dramática foi representada pelos atores Fabiano Ternes e Luciano Schwab que atuaram ao lado do pianista Antonio Vaz Lemes, com Sonata Tenso, 1o movimento, de Camargo Guarnieri.

A meta da Brasil Piano Masters com o projeto “Tribos” é democratizar o acesso da população à audição e apreciação de música erudita, formar platéias e desenvolver oportunidade de expressão para os excelentes pianistas brasileiros. “A idéia é tornar cada vez mais acessível este tipo de conhecimento, falando a linguagem dos jovens – com e para os jovens”, observa a presidente da BPM, a economista Eleni Lagroteria.

O Projeto “Tribos” foi idealizado pelo pianista Hudson Souza e produzido pela Brasil Piano Masters em parceria com as produtoras: Mixirica Filmes, Estúdio Preto e Branco e Tao Criativo. A segunda fase do projeto, que prevê o desenvolvimento de vídeos com mais 8 pianistas está sendo articulada pela Brasil Piano Masters e está em busca de patrocínios.



Sobre a Brasil Piano Masters



Organização sem fins lucrativos que visa desenvolver oportunidades de trabalho para os muitos e bons pianistas brasileiros por meio da elaboração de projetos em formação de plateia, educação infantil/juvenil e saúde (terapias por meio de práticas musicais). Com esta missão, a BRASIL PIANO MASTERS promoverá a inclusão social nos dois extremos de suas iniciativas: tanto a de músicos altamente qualificados quanto das comunidades carentes, sem oportunidade de acesso às grandes obras da música erudita e aos serviços sociais de saúde e educação que a música pode proporcionar.





Informações para Imprensa/ Agendamento de entrevistas

Lítera – Construindo Diálogos / www.litera.com.br

Maria Luiza Paiva: luiza@litera.com.br;

Telefone: 55 11 3673 7270 11 9 91627707









Maria Luiza Paiva

Diretora

+55 (11) 3673-7270 / +55 (11) 9162-7707

Rua Tanabi, 287 casa 2 - Perdizes

São Paulo - SP CEP 05002-020

www.litera.com.br