a a a
>> voltar
 
 

LANÇAMENTO OFICIAL DA CARTILHA AMIZADE SEM FRONTEIRAS – TURMA DA MÔNICA NO MERCOSUL, DE MAURICIO DE SOUSA, INSPIRA CRIAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO DE ARTISTAS SUL-AMERICANOS

LANÇAMENTO OFICIAL DA CARTILHA AMIZADE SEM FRONTEIRAS – TURMA DA MÔNICA NO MERCOSUL, DE MAURICIO DE SOUSA, INSPIRA CRIAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO DE ARTISTAS SUL-AMERICANOS



O lançamento oficial da cartilha infantil Amizade Sem Fronteiras – Turma da Mônica no Mercosul, desenvolvida por Mauricio de Sousa em parceria com a Itaipu e o governo federal, inspirou o desenhista a criar uma associação de artistas sul-americanos. O anúncio foi feito recentemente, no Hotel Bourbon, em Foz do Iguaçu, durante o lançamento da publicação em um dos eventos paralelos à 40ª Reunião da Cúpula do Mercosul.

O desenhista explicou que tentará promover a “união desses artistas” por meio do estímulo e da troca de experiências da produção latino-americana de quadrinhos. “Eu vou ensiná-los e eles também me ensinarão”, argumentou. A forma do intercâmbio ainda será definida pelo artista e deve ser gerida pelo Instituto Mauricio de Sousa.

“Nossa irmandade tem que ser percebida desde criança. Não somos rivais, apenas falamos línguas um pouco diferentes, mas somos um povo só”, disse o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Celso Amorim, durante a solenidade.

Para Mauricio, este intercâmbio era um desejo antigo e que, hoje, pode ser realizado graças ao processo de integração em andamento na América do Sul. Ele também agradeceu à Itaipu pela parceria para a produção da cartilha Amizade Sem Fronteiras, que será editada em português, espanhol e guarani, as três línguas oficiais do continente.

Gibi Amizade Sem Fronteiras - A tiragem especial da cartilha, para distribuição do público da 40ª Reunião de Cúpula do Mercosul, foi de 1.940 exemplares. A distribuição no País ainda será definida pela Secretaria-Geral da Presidência da República, pelo Ministério das Relações Exteriores e pela Itaipu Binacional.

Sobre Mauricio de Sousa

Mauricio de Sousa iniciou sua carreira como ilustrador na região de Mogi das Cruzes, próximo de Santa Isabel, onde nasceu. Aos 19 anos, mudou-se para São Paulo e, durante cinco anos, trabalhou no Jornal Folha da Manhã (atual Folha de S.Paulo) escrevendo reportagens policiais.

Em 1959 criou seu primeiro personagem, o cãozinho Bidu. A partir daí vieram, Cebolinha, Cascão, Mônica, e tantos outros.



Em 1970, lançou a revista Mônica, com tiragem de 200 mil exemplares. Depois de passar pela Editora Abril e Editora Globo, assinou contrato com a multinacional italiana Panini.



O autor já alcançou o extraordinário número de 1 bilhão de revistas publicadas. Mais de 100 empresas nacionais e internacionais são licenciadas para produzir quase 3 mil itens com os personagens de Mauricio de Sousa, suas criações chegam a cerca de 30 países.



Em 2005, lançou o personagem Ronaldinho Gaúcho que em menos de um ano ganhou publicações em mais de 20 países e centenas de produtos infantis lançados na Europa.



Em 2007, num feito inédito, o UNICEF – Fundo das Nações Unidas para Criança e Adolescência – nomeou como embaixadora a personagem Mônica, criação de Mauricio inspirada em sua segunda filha.



Nesta ocasião, Mauricio de Sousa foi nomeado Escritor para Crianças do UNICEF. Sua mais recente criação foi a Turma da Mônica Jovem com os personagens tradicionais crescidos dos 7 para os 15 anos de idade. É o maior sucesso editorial da área nos últimos 30 anos.



Em 2009, Mauricio de Sousa completou 50 anos de carreira.



Para mais informações sobre a Turma da Mônica, visite: http://www.monica.com.br



Principais prêmios, títulos e homenagens



• Prêmio Gran Guinigi, pela revista Mônica, no Congresso Internacional de Lucca, Itália, 1971.



• Troféu Yellow Kid, o “Oscar dos Quadrinhos Mundiais”, no Congresso Internacional de histórias em quadrinhos de Lucca, Itália, 1971.



• Diploma do Ministério da Aeronáutica Membro Honorário da Força Aérea Brasileira, 1991.



• Honrado pelo presidente da República com a medalha dos Direitos Humanos, Brasília, 1998.



• Prêmio de Literatura Infantil da Academia Brasileira de Letras pelo livro A Turma da Mônica, 1999.



• Prêmio Destaque de Comércio Exterior (outorgado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do Brasil, como reconhecimento e incentivo ao segmento exportador), Rio de Janeiro, 2002”.



• Medalha e certificado de Campeão de Saúde das Américas da PAHO (Organização Pan-Americana da Saúde), pela valiosa contribuição para as campanhas de promoção da saúde e para a melhoria da qualidade de vida das populações das Américas, Washington, 2002.



• Certificado do ISO – Instituto Solidariedade –, como reconhecimento da Empresa Solidária Mauricio de Sousa Produções pela contribuição junto às organizações comunitárias não-governamentais, São Paulo, 2002.



• Título de Doutor Honoris Causa da Universidade La Roche, de Pittsburgh, pelos serviços prestados ao público infantil, 2001.



• Audiência com Sua Santidade Papa João Paulo II, no Vaticano e Medalha do Vaticano confirmando a sua nomeação como Membro do Conselho Administrativo do Centro Cultural Papa João Paulo II em Washington, DC, 2004.



• Homenagem da Escola de Samba Unidos do Peruche, no carnaval de São Paulo, com o enredo Com Mauricio de Sousa, a Peruche abre alas, abre livros, abre mentes e faz sonhar, 2007.



• Em maio de 2008, Mauricio de Sousa foi condecorado com a Medalha de Vermeil, honraria conferida anualmente pela Academia de Arte, Ciência e Letras da França, entidade criada em 1915 para defender, estimular e promover a arte, cultura, francofonia (adoção do idioma francês) e os criadores e talentos destacados nessas áreas.



• Também em maio de 2008, Mauricio de Sousa é indicado, numa pesquisa realizada pelo Ibope para o Instituto Pró-Livro, como um dos dez escritores mais admirados do Brasil.



• Em 9 de dezembro de 2009, durante a celebração do "Dia Internacional contra a Corrupção", em Brasília, Mauricio de Sousa recebeu do "Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime - UNODC" um prêmio por sua contribuição no combate e na prevenção à corrupção. A entrega do prêmio contou a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.



• Mauricio de Sousa recebeu em fevereiro de 2010 a Medalha do Mérito do Centenário da Imigração Japonesa, em São Paulo. A homenagem é a mais alta Condecoração que o Governo Federal concede nestes 100 anos, para a comunidade japonesa, por meio dos Ministérios do Turismo, Esporte, Trabalho e Emprego e Ciência e Tecnologia.



•Em março de 2010, no Palácio dos Bandeirantes (SP), Mauricio de Sousa recebeu a Outorga da Ordem do Ipiranga, que objetiva distinguir os cidadãos brasileiros e estrangeiros por seus méritos pessoais e serviços de relevância prestados ao Estado de São Paulo e ao seu povo. A Ordem do Ipiranga foi instituída em 1969 e é a mais elevada honraria do Estado de São Paulo.





Informações para imprensa



Litera – Construindo Diálogos / www.litera.com.br

Unidade Relacionamento com imprensa

Maria Luiza Paiva / luiza@litera.com.br

Atendimento: JAL / jal@litera.com.br

Tel.: 55 11 3673-7270