a a a
>> voltar
 
 

EDIÇÕES SESC SP E A EDITORA PERSPECTIVA LANÇAM O LIVRO O TEATRO DA MORTE, DO DRAMATURGO TADEUSZ KANTOR, NO SESC PINHEIROS, EM SÃO PAULO - DIA 29 DE OUTUBRO

EDIÇÕES SESC SP E A EDITORA PERSPECTIVA LANÇAM O LIVRO O TEATRO DA MORTE, DO DRAMATURGO TADEUSZ KANTOR, NO SESC PINHEIROS, EM SÃO PAULO - DIA 29 DE OUTUBRO





O Teatro da Morte é uma coletânea de depoimentos e escritos de Tadeusz Kantor que se traduz em manifestos, partituras de espetáculos e happenings, entrevistas e artigos. O Teatro da Morte apresenta pela primeira vez ao leitor brasileiro e, especialmente, ao estudioso a obra e o pensamento de um dos grandes artistas do século XX documentado e discutido pelo próprio artista.

O livro O Teatro da Morte – título inspirado num manifesto escrito pelo autor polonês Tadeusz Kantor - é uma coletânea de textos do artista que viveu entre os 1915 e 1990 e que expressou sua arte por meio de pinturas, cenografias e encenações teatrais. A obra, organizada pelo pesquisador Denis Bablet, reúne manifestos, ensaios, entrevistas e artigos de Kantor apresentados de forma clara, divididos nas várias fases de seu trabalho. O livro tem lançamento marcado para o dia 29 de outubro, às 20h00, no SESC Pinheiros, em São Paulo.

O evento de lançamento de O Teatro da Morte - uma coedição das EDIÇÕES SESC SP e Editora Perspectiva - contará com a palestra de Isa Kopelman, pesquisadora teatral da Unicamp e uma das tradutoras do livro – “Kantor e a corporeidade de um teatro agnóstico” e pretende divulgar a obra e o artista de espírito rebelde, provocativo, apaixonado, anticonformista com um legado fundamental à criação teatral contemporânea.

Com 22 ilustrações, 42 fotos p&b de cenas teatrais e dos happenings promovidos pelo artista, a coletânea de 276 páginas revela o processo de trabalho e a originalidade de Kantor, o livro O Teatro da Morte expõe a originalidade deste autor que migrou da pintura para as artes cênicas a partir de 1942 ao fundar o Teatro Independente com outros jovens pintores. Em 1955, cria o Teatro Cricot 2 – uma espécie de café-teatro animado essencialmente por pintores, materializando um sonho antigo de produzir “teatro independente”.

A apresentação escrita por Isa Kopelman e Jacó Guinsburg define o trabalho do dramaturgo polonês: “A criação teatral de Kantor, nas diversas etapas de sua trajetória, privilegia uma série de intervenções que questionam radicalmente o conceito de representação com uma dramaturgia absolutamente singular. Liderado por seu animador, o Teatro Cricot 2 reivindica uma concepção de teatro que se define como teatro autônomo. Autônomo em relação ao sistema da instituição, autônomo com respeito à realidade que nos circunda e autônomo em face à literatura, da qual seu teatro não deseja reproduzir ou ilustrar. Portanto, para Kantor, um espetáculo acontece na criação de uma realidade cênica, na instauração de um jogo”, observa Isa Kopelman.

Tadeusz Kantor levou às últimas consequências suas pesquisas teatrais transformando suas inquietações como ser humano e artista numa postura de recusa às práticas seculares do teatro convencional. Propunha um teatro em constante transformação. Em suas próprias palavras: “A realização do impossível / é a fascinação suprema da arte / e seu segredo mais profundo (...) o que é importante para mim é meu interesse pela realidade que muda e evolui, que se define sem cessar no pensamento, se reforça na imaginação e se realiza, no que diz respeito à arte, na decisão e na escolha”.

“Com esta publicação, a editora Perspectiva e o SESC SP oferecem ao público uma nova oportunidade de conhecimento e disseminação da obra de Tadeusz kantor, um artista que fez de seu actus purus – o trabalho contínuo de escrita e criação – um projeto para toda a vida, marcando, assim, a coerência e a unicidade de sua produção, cujo conhecimento gerado e cuja finura de percepção dos contextos humanos indicam a incessante transformação do mundo e, por consequência, a necessidade de decisão e escolha para firmar a dignidade humana”, observa o diretor Regional do SESC São Paulo, Danilo Santos de Miranda.

Sobre Tadeuz Kantor

Tadeusz Kantor nasceu em 1915, em um distrito de Cracóvia, na Polônia. Formou-se na Academia de Belas-Artes, tornou-se pintor, cenógrafo, encenador, criador de “embalagens” e de happenings. Durante a 2º Guerra, sob a ocupação, cria um teatro experimental clandestino que se apresenta em apartamentos e salões. Em 1955 funda o Teatro Cricot 2 com um grupo de artistas plásticos, atores profissionais e amadores, poetas e teóricos da arte que partilham de ideais comuns. Kantor veio a falecer em 1990 e o Teatro Cricot 2 continua suas atividades, tendo se apresentado por duas vezes em São Paulo depois da morte de seu diretor.

O Teatro da Morte
Tadeusz Kantor
Edições SESC SP / Editora Perspectiva
2008, 276 p.
42 fotos p&b / 22 il. p&b
12,5 x 22,5 x 1,5 cm
ISBN 978-85-98112-76-3
Preço de venda: R$ 50,00 (desconto de 30% no dia do lançamento)
Distribuição: em todas as unidades SESC SP (capital e interior) - Vendas também pelo portal www.sescsp.org.br/loja

LANÇAMENTO

DATA: 29 de outubro
Horário: 20 horas
Local: SESC Pinheiros - Endereço: Rua Paes Leme, 195
Telefone para informações: (11) 3095.9400 Informações: 0800 118220
ESTACIONAMENTO – COM MANOBRISTA – VAGAS LIMITADAS - Veículos, motos e bicicletas - Terça a sexta, das 7h às 22h; Sábado, domingo, feriado, das 10h às 19h
Horários especiais para a programação do teatro. Informações sobre outras programações, ligue 0800 118220 - ou consulte o site: www.sescsp.org.br

Sobre Edições SESC SP

As publicações das Edições SESC SP são pensadas e construídas em um longo processo de maturação e discussão, justamente por estarem envolvidas em projetos de largo alcance. Destacam-se aí as parcerias com outras instituições, tais como o governo, editoras e ONGs, ampliando os laços entre suas ações e a comunidade. Muitos desses trabalhos articulam-se em diversas mídias, para atender aos anseios de um público interessado em informações plurais que podem vir de diferentes recursos multimídia, integrando texto, áudio e vídeo. Seu projeto gráfico, muitas vezes arrojado e experimental, constitui-se também em um campo para a criação. Com o intuito de expandir seu campo de ação, atendendo a um público cada vez maior, o SESC SP programou o lançamento de cerca de 30 novos títulos para o ano de 2009, complementando o catálogo construído nos últimos anos e firmando-se cada vez mais como uma importante referência em publicações culturais no país. www.sescsp.org.br/loja

Informações para imprensa: Edições SESC SP

Lítera – Construindo Diálogos / www.litera.com.br
Unidade Relacionamento com Imprensa
Maria Luiza Paiva: luiza@litera.com.br
Telefone: 55 11 3673 7270
outubro/2009

Assessoria de Imprensa do SESC Pinheiros: Andreia Lima | Francisco Santinho | Natalia FernandesTel.: (11) 3095-9425 / 3095.9421 imprensa@pinheiros.sescsp.org.br